Início da última semana de outubro no mercado cripto2 min leitura

O Bitcoin se recupera de uma queda ao patamar abaixo dos US$ 60 mil dólares no final de semana e retorna ao nível dos 63K. Previsto para amanhã terça (26) o lançamento do terceiro ETF Bitcoin relacionado na Bolsa dos EUA, agora é a vez da VanEck se juntar aos ETFs da ProShares e da Valkyrie, que iniciaram negociações na semana passada com a maior demanda da história dos fundos de índice.

Posições abertas em Bitcoin na maior bolsa de derivativos do mundo, a CME em Chicago, atingiu o recorde histórico de US$ 5,4 bilhões, segundo a casa de análise Glassnode. O valor está diretamente ligado ao interesse pelo ETF da ProShares, que registrou demanda sem precedentes e cujo índice rastreia os contratos futuros de Bitcoin da CME. O interesse pelo ETF é tão grande que a ProShares está ficando sem contratos para vender cotas do fundo.

O desempenho de outras moedas digitais de alta capitalização, como Ethereum (ETH), Binance Coin (BNB) e Cardano (ADA), é similar ao do Bitcoin. A exceção marcante fica por conta da Solana (SOL), que segue com força compradora acima da média nos últimos dias, registrando alta de 7,8% desde ontem.

A Meme coin Shiba Inu (SHIB) bate máxima, mas cai 20% após tweet de Elon Musk, seu movimento de alta atingiu uma nova máxima histórica no domingo (24), de US$ 0,00004432. A cripto registrou avanço de 230% na semana passada e acumula alta de 431,3% nos últimos 30 dias, o que já a deixa em posição de ameaçar a “irmã” Dogecoin (DOGE) no ranking de principais ativos digitais do mundo.

Resenhado de Infomoney

Gostou do conteúdo? Que bom. Curta, Compartilhe e se inscreva para ?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *