NUCOIN não é criptomoeda4 min leitura

Nucoin não é criptomoeda
Montagem lordcryptobr

É importante neste momento lembrar aos entusiasmados que NUCOIN não é criptomoeda. E não sou eu quem está dizendo isso, é o próprio Nubank.

Segundo nota do banco, “O foco do Nucoin é ser um programa de fidelidade por meio da tecnologia blockchain e tokenização e não tem propósito de investimento”.

BLOCKCHAIN

É o nome genérico das DLTs, redes com tecnologia de registro digital de transações. Essas redes permitem a realização de transações diversas de forma rápida, pública, com registros imutáveis e a prova de fraudes, por conta dos blocos de informação encadeados e criptografados. Essa tecnologia pode ser utilizada em N tipos de atividades que exijam controle e registro confiáveis, inclusive financeiras.

TOKEN

Um sistema criptográfico (baseado em BLOCKCHAIN) utiliza unidades fungíveis (de padrão idêntico) ou não fungíveis (conteúdo e valor único e diferenciado, os NFTs) como representação digital de valor. As finalidades podem ser diversas, como controle de acesso a determinados serviços ou vantagens do ecossistema digital em que se insere. Também representar uma unidade de ativo do mundo real, um voto em esquemas de governança descentralizada ou um ativo financeiro que só existe digitalmente. Essas unidades são chamadas de TOKEN.

TOKENIZAÇÃO

É quando unidades de um ativo, seja físico ou nato-digital recebem uma representação por meio de tokens. Ou seja, é a criação de um equivalente digital de valor validado em blockchain, das unidades de um ativo ou ítem qualquer. Seja, dinheiro, ações, commodities, direitos, etc… .

CRIPTOMOEDA

Quando um sistema criptográfico utiliza tokens para fins de pagamento, como das taxas de transações na própria blockchain, remuneração de serviços relacionados, ou para resgate de benefícios no ecossistema, muitos assumem que é uma criptomoeda. Essa visão no entanto não é unânime.

Os tokens utilizados dessa forma são apenas “moeda criptográfica” de serviço ou utilidade INTERNA ao ecossistema digital em que se inserem. São então chamados de tokens de utilidade.

Por outro lado, a ideia e denominação de criptomoeda é mais aplicável quando os tokens podem ser negociados e transferidos livremente no mercado cripto. isso através de exchanges (centralizadas ou descentralizadas), bem como P2P (pessoa a pessoa) por meio de wallets (carteiras digitais).

Em resumo, criptomoedas na acepção essencial e corrente, são aquelas de livre negociação e que podem ser utilizadas como meio de pagamento (dinheiro) ou para investimento.

Há também que se diferenciar as CBDCs (moedas digitais de banco central) do que se convencionou chamar criptomoedas. Em breve teremos o DREX que é moeda digital, mas não é criptomoeda… .

NUCOIN não é criptomoeda porque

No que pese uma enormidade de pessoas inexperientes e mesmo experientes no mundo cripto, imprensa e até mesmo o marketing do banco tratando NUCOIN como se criptomoeda fosse, por todo exposto, obviamente ela NÃO É pois:

  • É de uso exclusivamente interno do ecossistema Nubank;
  • Não é de livre negociação e transferência;
  • Não está nas exchanges, nem é P2P;
  • Não se prevê qualquer adoção como meio popular de pagamento “universal” (talvez de desconto nos parceiros);
  • O próprio banco afirmou que é um token para fins de programa de fidelidade e não é para investimento;

Cabe lembrar que juntar “banco e criptomoeda” é uma ideia paradoxal e antagônica. As criptos não foram criadas para emponderar bancos, mas para tentar livrar as pessoas do sistema financeiro tradicional.

É até compreensível que o sistema financeiro tradicional comece a capitular à força e inescapabilidade das criptomoedas, incorporando-as à carta de ativos e serviços. Porém “cripto de banco” vai contra tudo que Satoshi Nakamoto e os pioneiros criptográficos imaginaram, tudo para “dar ruim”…

Nucoin é portanto, apenas uma versão tokenizada dos conhecidos pontos ou milhas, dos programas de fidelidade, não uma criptomoeda de fato.

“INVESTIDORES”

A “febre de investidores” que tomou conta da “exchange” do banco, a ponto de causar uma alta “astronômica” do token. Bem como a de notícias das mídias comuns e até mesmo especializada. Demonstram que ainda há muito desconhecimento sobre cripto.

O fato do banco ter uma grande carteira de clientes, a maioria jovens que começam a se interessar pelos investimentos, mas ainda não tem conhecimento suficiente, pode explicar o comportamento.

É no entanto muito estranho que isso tenha “contagiado” inclusive a comunidade cripto já mais adiantada… .

O “trade endogâmico”, com a negociação de compra e venda apenas entre os clientes do banco é em tese problemático. Tanto que já está causando prejuízos depois da empolgação inicial.

Pode ser que as coisas mudem, e um dia a Nucoin se torne uma forma de investimento ou ampla negociação, como o comércio paralelo das milhas aéreas, mas “pelo andar da carruagem” isso está longe de acontecer. Por enquanto, só está ensinando aos neófitos mais gananciosos, como é cruel o mundo dos investimentos para sardinhas ávidas e mal informadas…

Palavra de Lord!

E você? O que acha? Curta e comente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *